Passeios Turísticos

Nossa equipa organizou roteiros de passeios de por Lisboa e arredores, para lhe ajudar com opções de turismo.

Confira as nossas sugestões e vá de LIME!

LOGO5.png
Castelo

Belém
(recomendado para dia 27 de Julho)

Para Belém é possível partir de comboio ou autocarro, principalmente da estação e arredores do Cais do Sodré e dura por volta de 10 minutos. Mas o passeio de bicicleta do Cais do Sodré até Belém pela linha do rio também é um passeio incrível de mais ou menos 20 minutos (Use a app LIME!). Neste trajeto não há subidas ou ladeiras, o que torna a pedalada muito agradável e tranquila (mas é bom usar um chapéu para proteção contra o sol).

Ao optar pelo comboio, você pode chegar até lá de metro, sendo o Cais do Sodré a última estação da linha verde.

Ao trocar do metro para o Comboio, compre seu ticket nas bilheteiras da linha de Cascais para a estação Belém. O preço do bilhete (só ida) fica a 2,00€.

Outra alternativa, se estiver a ir de Moscavide, é pegar o metro linha vermelha (1,50€) , sentido São Sebastião, sair do metro na última estação e apanhar o autocarro 727 (2,00€) que vai para o Restelo. No percurso saímos na paragem que diz Altinha (perto do MAAT/ Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia, um local a visitar que fica um pouco antes do centro de Belém. Aberto de Quarta a Segunda, das 10:00 às 19:00. Preço geral 9,00€), ou diretamente no centro de Belém, na estação que dá nome a um dos mosteiros mais conceituados de Portugal, o Mosteiro dos Jerónimos (abertos todos os dias, das 10:00 às 18:30. a visita à Igreja do Mosteiro é gratuita, e o passeio interno ao Monastério tem como preço geral 10:00€).

Ao sair no Mosteiro, temos ao seu redor muito para ver, desde o Museu da Marinha (aberto todos os dias, das 10:00 às 17:00. Preços variam dos 3,25€ aos 6,50€), atrás do museu temos o Planetário (aberto de Terça a Domingo, das 10:30 às 17:00, Preços variam dos 3,50€ aos 6,00€). Por outro lado, mas em frente do Mosteiro e Museu, se caminharmos em direção ao rio, encontramos o CCB/ Centro Cultural de Belém (aberto de Terça a Domingo, das 11:00 às 20:00), e já mesmo junto à margem do rio Tejo, o renovado Padrão dos Descobrimentos (aberto todos os dias, das 10:00 às 19:00. Preços variam dos 3,00€ a 6,00€). Ao andarmos pela costa a oeste vamos passar pelo Museu de Arte Popular (aberto de Quarta a Domingo, das 10:00 às 18:00, ao fim de semana com hora de almoço, das 13:00 às 14:00. Preço geral 5,00€), e caminhando mais um pouco à beira rio na mesma direção, vamos ver ao fundo mas agora muito mais perto, um dos monumentos mais emblemáticos a vários níveis da história de Portugal, a Torre de Belém (aberto todos os dias, das 10:00 às 18:30. Preço geral 6,00€).

Passando os olhos pela gastronomia, seria um crime ir a Belém e não provar os celebres e prestigiados Pasteis de Belém. Situa-se na rua de Belém, perto do Mosteiro dos Jerónimos, e encontra-se aberto todos os dias, das 8:00 às 21:00. 1,20€ por unidade. Bom proveito.

Costa da Caparica
(recomendado para dia 28 de Julho)

Uma ida a praia antes do final de semana, quando pode estar bem lotada.

Uma travessia que envolve mais mudanças de transportes, mas acaba por ser mais desafiante para os aventureiros. Assim sendo, devemos apanhar metro na linha vermelha - Moscavide, no sentido São Sebastião. O preço por viagem é de 1,50€ com cartão recarregável, se não possuir cartão o preço será de 2,00€. 

Amigas de surf

Sair na Alameda e nessa mesma estação mudar para a linha verde, sentido Cais do Sodré, saindo essa mesma estação a última paragem do metro. Relembro que ao mudar de linha não existe cobrança alguma, a não ser que se saia do metro efetivamente. No Cais do Sodré, sair do metro e apanhar o barco para Cacilhas. O preço por viagem simples fica a 1,30€ (só ida), se não tiver cartão ainda ficará a 1,80€. Ao chegar a Cacilhas, apanhar o autocarro TST (Transportes Sul do Tejo) linha 124 ou 135, tendo como paragem final a Costa da Caparica. O preço do bilhete varia, mas ronda os 3,00€ (só ida). 

Outra alternativa é 0ir de metro linha vermelha - Moscavide, no sentido São Sebastião, sair na estação de São Sebastião e trocar para a linha azul em direção à Reboleira, tendo como destino final a estação Praça de Espanha. Ai sair do metro, apanhar o autocarro TST, linha 161, como destino final Costa da Caparica.

Chegando à Costa, recomendo as praias, tantas e de tantas variedades, desde a praia da Rainha à da Morena, da de São João à da Sereia, ou da Riviera à 19, existem várias e de muito boa qualidade, é uma questão de gosto e de escolha. Se quiser só passear com vista para a praia, tem o chamado Passeio dos Alegres, um paredão que engloba grande parte da Costa da Caparica. Todas as praias ligam-se entre si através do comboio Transpraia, uma linha ferroviária que percorre a Caparica e que liga  todas as praias até à Fonte da Telha. Aberto todos os dias, das 09:00 às 19:00. Preço de ida e volta, 8,50€. 

Se enquanto passeia à beira mar quiser comer algo, existem várias opções por toda a costa. Hipóteses na restauração são sinónimo de praias aqui, por isso o leque é extenso. A título de curiosidade, existe o restaurante "O Barbas" (aberto de Quinta a Terça, das 12:00 às 24:00), tão conhecido como bem falado. Temos ainda "Bambu Bar", "Retiro do Pescador" ou "Borda d'água", entre outros. Bom apetite!

sintra.jpeg

Sintra
(recomendado para dia 29 de Julho)

Temos duas hipóteses de caminhos mais práticos. Ir de Moscavide até ao Oriente de metro (linha vermelha) sentido São Sebastião (o preço por viagem é de 1,50 com cartão, se não possuir cartão o preço será de 2,00), sair do metro e apanhar na estação no Oriente o comboio para Sintra. Também pode fazer este caminho de Moscavide até ao Oriente a pé, são cerca de 12 minutos. Ao estar no comboio, sair na última paragem, Sintra. o preço da viagem de comboio rondará os 3,00€, se não possuir cartão recarregável terá um acréscimo de 0,50€. 

Outra opção de Moscavide, é seguir no metro até à Alameda (linha vermelha) sentido São Sebastião, trocar na Alameda para a linha verde no sentido Cais do Sodré, e sair na estação do Rossio. Ao chegar lá, sair do metro e apanhar o comboio para Sintra. Sair na última paragem, Sintra. O custo da viagem a partir do Rossio será um pouco inferior à travessia de comboio desde o Oriente para Sintra, mas a diferença não é assinalável.

De forma a aproveitar o máximo de tempo em Sintra, o ideal é apanhar um dos 2 autocarros (Scoturb) junto à estação de comboios (todos os dias das 09:15 às 19:50), ambos fazem travessias que percorrem locais emblemáticos e que valem a pena ser vistos. O preço de uma passagem fica a 3,90€, enquanto que o bilhete Hop-on Hop-off tem um custo de 6,90€, faz todo o percurso e tem mais que uma passagem. Seja como for, decisões terão de ser tomadas, o tempo é curto para a quantidade de coisas que se podem visitar. 

Ao apanhar o autocarro 434 (circuito da Pena), podemos visitar o Palácio/Parque da Pena (aberto todos os dias, das 09:00 às 18:00. Preço geral 14,00€, mas podemos apenas ver  lindo Parque e andar pelo exterior do castelo de graça); Castelo dos Mouros (aberto todos os dias, das 09:00 às 18:00. Preço geral 8,00€),;Chalet e Jardim da Condessa d'Edla (aberto todos os dias, das 09:00 às 18:00, entrada incluída nos bilhetes ao Parque e ao Palácio da Pena); Vila Sassetti (aberto todos os dias, das 10:00 às 18:00) e Palácio Nacional de Sintra (aberto todos os dias, das 09:30 às 18:00. Preço geral 10,00€). Estes 2 últimos também podem ser visitados através do autocarro 435 (Vila Express 4 Palácios).

Se por outro lado optou por apanhar o autocarro 435 (Vila Express 4 Palácios), podemos visitar Parque/Palácio de Monserrate (aberto todos os dias, das 09:00 às 18:00. Preço geral 8,00€); Palácio de Seteais (atualmente pertence à empresa de hotelaria Tivoli Hotels & Resorts, mas continua a ser património cultural. Aberto todos os dias); Quinta da Regaleira (aberto todos os dias, das 10:00 às 17:30. Preço de adulto: 10,00€). A Quinta de Regaleira pode ser um passeio de um dia inteiro pelos seus lindos jardins e cavernas.

Um pouco a sul do Palácio Nacional de Sintra, na rua Padarias, podemos encontrar algo para nos deliciarmos, nada mais nada menos que doces típicos e icónicos da zona, como as queijadas e os famosos travesseiros de Sintra. Tudo isto na pastelaria Casa da Piriquita, aberto todos os dias, das 09:00 às 19:30. Assim, se quiser apenas passear por Sintra, pode fazer a Sintra, o Palácio Nacional, o Centro Histórico com a Rua das Padarias e a Quinta da Regaleira (a 20 minutos a pé do Centro Histórico).

Baixa de Lisboa 
(recomendado para dia 30 de Julho)

A forma mais simples de chegar à Baixa de Lisboa é precisamente de metro. Apanhar metro linha vermelha - Moscavide, no sentido São Sebastião. Sair na Alameda e nessa mesma estação mudar para a linha verde, sentido Cais do Sodré. Sair posteriormente na estação Rossio ou Baixa-Chiado. O preço por viagem é de 1,50€ com cartão recarregável, se não possuir cartão o preço será de 2,00€. Ao mudar de linha não existe cobrança, a não ser que se saia do metro efetivamente.

largo-do-chiado-1280x720.jpeg

Ao sair na estação do Rossio, vamos deparar-nos logo com a Praça D. Pedro IV. Em redor dessa mesma praça há muito para ver, desde a Praça da Figueira que fica logo atrás, a famosa Ginjinha (aberto todos os dias, das 09:00 às 22:00) estabelecimento icónico para aquecer a garganta e dar um paladar especial com Ginja (licor de cereja servido num copo de chocolate); a Igreja de São Domingos (aberto todos os dias, das 7:30 às 19:00) para um momento mais intimista; ou a norte o Teatro Nacional D. Maria II. Subindo a norte, temos em frente ao teatro a estação de comboios do Rossio, e seguindo por essa rua adiante temos a Praça dos Restauradores, que dá vista para uma das ruas mais importantes e bonitas da capital, a Avenida da Liberdade. Se se optar por subir a Avenida da Liberdade encontraremos a estátua do Marquês de Pombal, o homem responsável pela renovação arquitetónica da cidade de Lisboa após o terramoto de 1755 e o Parque Eduardo VII, onde se pode passear e visitar o Pavilhão Carlos Lopes, a meio do parque à direita, e o Estufa Fria à esquerda. Você pode atravessar a larga Avenida da Liberdade usando uma trotinete ou bicicleta elétrica da LIME.

Voltando à saída do metro, Rossio, se ao invés formos para sul em direção ao rio, temos desde logo a famosa e movimentada Rua Augusta. Antes de continuarmos em frente, numa rua paralela, temos junto à Rua da Aurea, o Elevador de Santa Justa (aberto todos os dias, das 07:30 às 23:00, o preço mirante é de 1,50€, para uma melhor experiência terá o preço de 5,30€) que tem uma ótima vista sobre a cidade e sobre o Castelo de São Jorge. 

Continuando e descendo a Rua Augusta (sem desvio), vamos encontrar o Arco da Rua Augusta (aberto todos os dias, das 09:00 às 19:00, preço geral é de 3,00€) que vai possibilitar uma vista muito agradável pela baixa contemplando de perto, a sul, o rio Tejo, bem como toda a Praça do Comércio, também conhecido como Terreiro do Paço. Se houver tempo e virando para o lado direito, podemos passear ao junto ao rio Tejo, um dos maiores de Portugal, e seguramente vamos passar pela muito acarinhada Ribeira das Nau até chegarmos ao Cais do Sodré, onde poderemos visitar e ter uma experiência gastronónica de chefe, no Mercado da Ribeira. Podemos também fazer este percurso de trotinete ou bicicleta elétrica da LIME.

Sábados são dias do famoso mercado de rua de "pulgas" e antiguidades "Feira da Ladra", que acontece das 9:00 às16:00, tendo como marco o Campo de Santa Clara.